It would be great if you could support us with a small donation.
It might not be much for you, but it would help us providing more and better interviews in the future.
With a little bit of your support we might be able to realize even more!


DAMILA recently celebrated their 2nd anniversary. If you need a fresh and energetic visual kei band, then we can definitely recommend them! Great music, funny videos on YouTube and a styling that screams: We are visual kei!



Muito obrigada por concordar em dar essa entrevista! Como vocês estão se sentindo hoje?

Yami: Eu estou feliz pela oportunidade de entregar uma mensagem para os fãs da música pelo mundo todo.

Meguha: Eu estou ótimo! Obrigado pelo seu tempo hoje (em inglês).

Lit: Eu estou feliz por que todos celebraram nosso aniversário com a gente em nosso ultimo show.

Futaba: Nós que deveríamos agradecer. No momento eu estou com muito sono, mas eu estou sempre assim!

Gabu: Sai&Kou!! (Muito&Bem)

Vocês comemoraram seu segundo aniversário esse ano. Vocês basicamente começaram as atividades da banda quando o Corona começou, não foi? Deve ter sido realmente difícil pra vocês no começo. O que vocês pensam sobre os seus primeiros 2 anos como DAMILA?

Yami: Não foi uma jornada fácil pra continuar nossas atividades até aqui. Entretanto, dada a situação crítica que o mundo está atualmente, eu acho que é o mesmo para todos. Graças ao apoio dos nossos fãs e a colaboração das casas de show, apesar da situação, uma nova cultura das casas de show surgiu e tornou possível sobreviver à pandemia. No nosso show de segundo aniversário, eu queria transmitir meus sentimentos de gratidão em relação a esses laços recém formados que os últimos dois anos me fizeram sentir em um nível diferente.

Meguha: Eu sinto que esses dois anos foram extremamente longos. Esse é o quanto eles foram gratificantes pra gente. Porque aconteceu todo tipo de coisa.

Lit: Nós tivemos que encarar várias dificuldades graças à pandemia, mas apesar disso, eu realmente fui capaz de aproveitar nossas atividades durante os últimos dois anos.

Futaba: É um caminho muito difícil. Ainda é difícil. Mas eu quero que todos vocês se cuidem enquanto se divertem tanto quando nós, tá?

Gabu: Várias coisas diferentes aconteceram, mas eu acho que nós conseguimos superá-las, porque somos nós.

Yami (Vo.)

Vocês lançaram seu novo single, ARTEMIS, em março. Artemis é a deusa grega da caça, da natureza, da lua e da castidade. Vocês podem nos dizer porque escolheram esse nome para a música?

Yami: Esse trabalho completa nossa trilogia anterior, como o novo tópico eu desenhei um espelho como tema. O título “ARTEMIS” sugere o tema da lua na letra, mas eu espero que vocês aproveitem enquanto pensam sobre como as duas palavras, “espelho” e “lua”, estão conectadas na música, na letra e no MV.

Quando vocês começaram a trabalhar nas novas músicas para o single, qual foi o ponto inicial e como vocês partiram de lá?

Yami: Dessa vez, os membros completaram o trabalho como ele está em sua forma atual só depois de muitas tentativas e erros.

Lit: Nós temos dois padrões principais quando se trata de criar novas músicas. O primeiro é quando escrevemos uma música baseada em uma inspiração. O segundo é quando um dos membros ou staff fala a opinião deles durante a reunião sobre que tipo de música eles querem e aí nós tentamos escrever uma música baseada na expectativa dessa pessoa.

Qual música vocês recomendariam para aqueles que ainda não ouviram sua música ainda?

Meguha: Eu quero recomendar TOXIC. A progressão dela é bem dramática e combina com a composição da música inteira.

Lit: Claro que a nossa nova música, ARTEMIS, mas primeiro ouçam ALICIA, que também tem um MV, eu acho que vão entender que tipo de banda DAMILA é.

Futaba: Eu pessoalmente quero que vocês ouçam nosso primeiro single, ALICIA. No fim ele representa a origem e o começo do DAMILA, e é uma música que me motiva quando eu a ouço.

Gabu: Eu quero que vocês ouçam ALICIA a todo custo!

Como vocês descreveriam seus shows?

Yami: Enquanto eu reflito sobre o que significa entregar música em performances ao vivo durante tempos como esse, eu quero cantar com a minha alma em cada show.

Meguha: Nós fazemos nossos shows com a ideia de que o palco ganha vida com tudo o que sentimos ao mesmo tempo.

Lit: Nós estamos entregando as performances mais quentes.

Futaba: Uma fada que parece estar se divertindo enquanto rodopia por aí? É assim que nos parecemos, eu acho.

Gabu: Sorrindo com maquiagem branca!!

O que fez vocês quererem tornarem-se músicos?

Yami: Foi uma revelação.

Meguha: Quando eu me dei conta, já era um. É como se a natureza tivesse me colocado nesse caminho.

Lit: Minha motivação era formar uma banda como uma extensão de tocar com os amigos.

Futaba: Quando eu tinha uns 13/14 anos, eu descobri uma banda de visual kei. Eu ouvi as músicas dos meus veteranos e senti vontade de criar uma banda também.

Gabu: Porque ser um músico é legal!

Meguha (Gt.)
Lit (Gt.)

Nós notamos que a maioria dos comentários nos seus vídeos do YouTube são de fãs estrangeiros. Graças ao Spotify, Youtube e Twitter, por exemplo, é muito mais fácil pros fãs estrangeiros entrarem em contato com músicas e bandas japonesas do que era há 10 anos. Pra vocês, como é ser capaz de ler as impressões e emoções diretamente dos fãs?

Yami: Eu acho que nós estamos em uma era muito conveniente, onde nós podemos compartilhar música com pessoas no mundo inteiro pela internet. Enquanto o Coronavírus ainda estiver por aí, eu posso receber mensagens de pessoas de fora e isso sempre me encoraja. Muito obrigado.

Meguha: É uma ótima era. Nós também tivemos mais oportunidades do que antes de entrar em contato com a música estrangeira. Eu espero que a nossa música também se espalhe pela internet.

Lit: Eu estou maravilhado, porque tem muito comentários felizes.

Futaba: Eu estou muito feliz. Um dia, no futuro distante? Próximo? Eu quero criar um lugar onde vocês possam ver, ouvir e sentir nossa música diretamente, sabe?

Gabu: Eu estou feliz que tem pessoas que me apoiam escrevendo comentários, me enviando mensagens no privado, ou assistindo meus twitcasts.

Futaba (Ba.)
Gabu (Dr.)

Nós também queremos conhecer um pouco mais os membros do DAMILA! Vocês participam de muitos eventos com outras bandas também. Nós temos certeza que deve ter algumas histórias interessantes! Por favor, nos contem algumas coisas divertidas que aconteceram!

Yami: Nosso baterista, Gabu, geralmente usa maquiagem branca, mas em um evento, tinha uma banda em que todos os membros usavam maquiagem branca, eu confundi um dos membros com ele e comecei a conversar com ele (risos).

Futaba: Na verdade eu sou muito tímido, então eu frequentemente fico sozinho. Por causa disso, eu não tenho muitos amigos, eu acho. Eu estou esperando que os outros membros tenham histórias interessantes (risos).

Gabu: Eu sou muito tímido pra falar com as outras bandas, então eu quero superar isso logo (chora).

Tem algum membro que acaba as refeições muito rápido ou devagar?

Futaba: Como eu disse na pergunta anterior, eu frequentemente estou só, então eu não sei (risos). Eu acho que eu sou o que come devagar.

Gabu: Meguha é o mais rápido, e Futabin (apelido de Futaba) é o mais devagar, eu acho.

Quem seria o primeiro a compartilhar a opinião se alguém pedir um conselho (sobre produção musical, etc)?

Futaba: Como esperado, seria o nosso vocalista, Yami, ou Lit, porque ele compõe muito.

Gabu: Yami e Lit, provavelmente!

Por favor, deixem uma mensagem para seus fãs estrangeiros!

Yami: Obrigado por ler até o fim. Seu apoio sempre se torna nossa força. Nós iremos continuar entregando músicas pra vocês, então esperamos que nos apoiem.

Lit: Obrigado por apoiar o DAMILA. E eu espero que sejamos capazes de performar nos países onde todos vocês moram.

Futaba: Obrigado por tudo. Eu realmente quero encontrar vocês. Nos definitivamente iremos ter uma oportunidade de encontrar vocês por aí algum dia, então, até lá, por favor, me apoiem em redes sociais como Twitter e Instagram. Por favor, me amem.

Gabu: Obrigado por sempre assistirem nossos vídeos! Nós iremos atualizar o Twitter e o YouTube bem muito, então eu espero pelo apoio de vocês!

Interview: Jenny
Translation: Amanda

DAMILA OFFICIALDAMILA OFFICIAL TWITTER
SpotifyApple Music

It would be great if you could support us with a small donation.
It might not be much for you, but it would help us providing more and better interviews in the future.
With a little bit of your support we might be able to realize even more!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s